Foto: CaioGallucciCantor apresentou um repertório com sucessos de sua carreira

Ícone da música baiana, o cantor e percussionista Carlinhos Brown fez sua estreia neste sábado (2) no carnaval paulistano, na mesma data em que completa 40 anos de participações em festas carnavalescas. Ele comandou o Bloco du Brasil, que atraiu uma multidão na Avenida Brigadeiro Faria Lima, nas proximidades do largo da Batata, na zona oeste da capital paulista.

Autor de composições cantadas por Ivete Sangalo, Maria Bethânia e Nando Reis, Brown apresentou um repertório com sucessos de sua carreira como A Namorada eÁgua Mineral.

“Esse é o terceiro carnaval que eu fico em São Paulo e estou gostando bastante. A gente nem precisa ir mais para a Bahia para curtir o Brown”, disse a foliã Luciana Gomes.

A prefeitura de São Paulo espera em 2019 alcançar um número recorde de público. De 2017 para 2018, houve um aumento de 3,5 milhões de foliões para 8 milhões. A expectativa da administração municipal para este ano é de 10 milhões de foliões espalhados nos 570 blocos oficialmente cadastrados.


Foto: Arquivo Pessoal/InstagramAssessoria da cantora confirmou que ela irá acompanhar o bloco, que conta também com Major Lazer e Tropkillaz, parceiro na música ‘Vai, Malandra’

Prestes a se apresentar no Carnaval de Recife, a cantora Anitta retorna logo mais para Salvador. Além de show exclusivo para o público do camarote Skol, a funkeira será a convidada especial do trio sem cordas do ÀTTØØXXÁ, que sai no Circuito Barra-Ondina neste sábado (2).

O bloco conta ainda com os dj’s do Major Lazer e do Tropkillaz, ambos conhecidos dos fãs da artista carioca. Junto com a drag Pabllo Vittar, Anitta lançou em junho de 2017, a música “Sua Cara”, em parceria com a Major Lazer. Recentemente, foi ao ar o clipe de sucesso do hit “Bola Rebola”, gravado em Salvador e com beat do Tropkillaz.

A informação foi divulgada pela assessoria de Anitta, a Mattoni Comunicação, na tarde deste sábado (2).

 


Foto: DivulgaçãoAs bandas Bailinho de Quinta, Cortejo Afro e o cantor Magary Lord estão entre os confirmados para a folia no Museu de Arte Moderna.

Em clima de Carnaval, o projeto Acústicos no MAM realizará uma edição dupla especial em homenagem a folia momesca.

As edições irão acontecer na sexta-feira (22), com a banda Bailinho de Quinta e Magary Lord, e no domingo (24) com o Cortejo Afro.

O evento que estreou com show de Daniela Mercury e proporcionou o encontro entre Moraes Moreira e A Cor do Som, tem como proposta oferecer uma opção de lazer ao ar livre com o pôr-do-sol do Solar do Unhão como cenário.

Os ingressos para a festa já estão a venda e custam R$ 60 (inteira), R$ 30 (meia), podendo ser adquiridos através dos sites Sympla, Partiu Balada e Eventim.

  • SERVIÇO
    Acústicos no MAM Edição Especial de Carnaval
    Bailinho de Quinta e Magary Lord
    Quando: 22 de fevereiro, a partir das 17h
    Cortejo Afro
    Quando: 24 de fevereiro, a partir das 16h
    Onde: Museu de Arte Moderna
    Ingressos: R$ 60 (inteira), R$ 30 (meia)

Foto: YoutubeApesar de não continuarem a amizade, a drag afirma que reconhece todo esforço que a Poderosa fez por ela no início da carreira.

A amizade entre Pabllo Vittar e Anitta foi para o espaço. A informação foi confirmada pela própria drag queen em entrevista à rádio FM O Dia nesta terça-feira (5).

Pabllo não revelou o motivo do distanciamento entre as duas, mas disse que elas não se falam desde o ano passado. “Eu não tenho nenhuma raiva de Anitta. Hoje em dia, a gente não se fala. Não somos amigas. Não desejo nenhum mal para ela. Sempre acompanho os lançamentos dela. Mandei mensagem para ela no final de ano, desejando um ótimo ano, que Deus abençoe sempre ela”, contou.

Apesar de não continuarem a amizade, a drag afirma que reconhece todo esforço que a Poderosa fez por ela no início da carreira.

Ao mandar o recado, Pabllo ainda alfinetou os responsáveis por disseminar o boato, agora confirmado, do fim da amizade com Anitta. “Sou muito grata por tudo que ela fez por mim, apesar de tanta fuxicada. Quando você está neste mundo de artistas e exposição, as pessoas gostam de falar muita coisa. E muita coisa que falam é mentira, né cara? Vou falar o que? Me defender? Vou estar com minha cabeça e minha consciência tranquilíssima. Inclusive Anitta, se você estiver ouvindo, um beijo, sucesso!’, finalizou.

Os boatos de uma possível crise entre as duas surgiram em 2018 após Jojo Todynho acusar Gominho por ser o responsável pela crise entre Anitta, Preta Gil e Pabllo.

A dona do hit ‘Que Tiro foi Esse’, teria usado o celular do influencer digital emprestado e visto um grupo com ele, Preta e Pabllo, falando sobre Anitta.


Foto: Instagram/ Arquivo PessoalJuntos há 9 anos, o relacionamento de Erasmo e Fernanda já foi motivo de polêmica nas redes sociais.

Eramos Carlos usou as redes sociais para homenagear a esposa, Fernanda Passos, pelo seu aniversário de 29 anos. Recém-casados, o Tremendão foi breve na mensagem, mas conseguiu declarar seu amor pela pedagoga em um post na web. “Hoje é aniversário da minha Fernanda…todo o meu amor ao seu dispor…linda !!!”, escreveu.

Juntos há 9 anos, o relacionamento de Erasmo e Fernanda já foi motivo de polêmica nas redes sociais. O astro da velha guarda é 48 anos mais velho que a pedagoga. “Chocada que a mulher que acompanhava o Erasmo Carlos é esposa dele, eu jurava que era filha kkk”, disse uma internauta. “Não entendo como as pessoas conseguem romantizar situações assim :|”, criticou outra.

Em seu perfil o artista anunciou a oficialização da união entre os dois que aconteceu em janeiro deste ano. “Após 7 anos de beijinhos e carinhos sem ter fim e mais 2 de maravilhosa convivência, me casei ontem no civil com minha adorada Fernanda (agora também Esteves)…Foi uma formalidade simples, porém meu coração estava em festa agradecendo a Deus por esse amor tão lindo ter caído em minha vida.. Uhu”, disse.

Apesar da polêmica envolvendo a diferença de idade, Fernanda já havia dito, em entrevista a Pedro Bial, que o primeiro passo no relacionamento havia surgido dela. “Fui eu que o conquistei. Tenho na minha cabeça que gosto dele desde que tenho 5 anos de idade. Quando eu o conheci, olhei pra ele e disse que precisava falar algo: ‘Eu te amo’. E ele respondeu: ‘Ah, comecei a te amar agora’”.


Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

Os casos de abate e de maus tratos a jumentos na Bahia que levou ao registro de centenas de mortes de animais ganhou um aliado. O músico Adelmário Coelho gravou uma música intitulada “Burro é quem mata jumento” para protestar contra a prática criminosa que vem se popularizando no estado.

Apesar de ainda não ter sido lançada, a letra da música que foi escrita por Júnior Vieira, já foi divulgada. A música faz uma crítica ao homem que mata o animal pela “ganância” e coloca o jumento em um lugar sagrado: “Respeito muito meu dono/Minha arma é o cambito/E carreguei Jesus Cristo/De Belém para o Egito!”.

Na última semana, mais de 200 jumentos foram mortos em uma fazenda em Euclides da Cunha, interior da Bahia. Ao menos 800 animais foram encontrados sem comida e sem água.

Veja a letra completa:

BURRO É QUEM MATA JUMENTO
“Santo Deus, por quê será
Que o homem, tão sabido…
Cresce o olho da ganância,
Quer ver tudo destruído,
E em nome do dinheiro
Deixa o teu nome esquecido!?
Senhor, só vim te pedir:
Me livrai da extinção!
Sou apenas um jumento
Que sirvo a qualquer cristão,
E de cristo eu sei que sou
Animal de estimação!
Mesmo em meio ao progresso
Faço um trabalho bonito,
Respeito muito meu dono,
Minha arma é o cambito,
E carreguei Jesus Cristo
De Belém para o Egito!
Meu Jesus de Nazaré,
Não me deixes levar fim!
Por que será, meu senhor
Que quem é bom, é ruim!?
Parece até que Herodes
Tá se vingando de mim!
Não uso gasolina, respeito meu amo;
Trabalho com fome, mas nunca reclamo!
Dou sangue e suor, jogado ao relento…
Eu acho que burro é quem mata jumento!”


Reprodução: Divulgação/ Sércio FreitasMoa foi morto em outubro do ano passado em discussão por política.

O cantor Márcio Victor revelou na madrugada deste dia 1º de janeiro, durante o Festival Virada Salvador, que lançará uma música em homenagem ao mestre de capoeira Moa do Katendê.

“No dia 4 de fevereiro eu lanço a música ‘Moa do Katendê”. No início, fiquei até com medo, pela história de, de não ser justo ou de pensarem que eu estava querendo me aproveitar da situação. Mas ela diz assim: ‘Moa vai ficar pra sempre no coração porque representa grandão’, que é como a gente diz na favela’”, afirmou Márcio.

O artista Romualdo Rosário da Costa, 63 anos, conhecido como Mestre Moa do Catendê, foi morto com 12 facadas após uma discussão política em frente ao Dique do Tororó. O crime ocorreu no Bar do João, na localidade do Dique Pequeno, Engenho Velho de Brotas, onde a vítima bebia com um irmão e um primo, pouco depois da meia-noite do dia 8 de outubro.


Foto: Divulgação/AssessoriaEvento que surgiu no e-commerce já se consolidou em lojas físicas e deve contribuir que shoppings centers fechem o ano com crescimento de 5% ante 2017.

Considerado o período mais importante para o comércio baiano, o Natal foi superado neste ano pelas promoções da Black Friday, evento que surgiu no e-commerce e se consolidou nas lojas físicas.

Enquanto a Black Friday de 2018, nos shoppings centers, registrou crescimento de 8% no comparativo com o ano anterior, as vendas durante o Natal devem ficar em torno de 5 a 7%, conforme informou o coordenador estadual da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

“O melhor desempenho de vendas do ano foi a Black Friday. Em seguida vem o Natal. A gente percebe que muitas vendas foram antecipadas, porque houve maior ofertas, mais produtos participaram da promoção. Até o setor de moda foi puxada pela Black Friday. A data vai se transformar no melhor período de vendas do ano”, disse.

Lojistas – A mesma movimentação foi registrada nos estabelecimentos fora dos centros de compras, segundo o presidente do Sindilojas (Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado da Bahia), Paulo Motta. A Black Friday também superou o Natal, mas a taxa de crescimento do período natalino ficou em aproximadamente 3% em Salvador.

“Como as vendas foram antecipadas, coube ao Natal vendas da linha branca, os chamados bens não duráveis, como confecções, perfumes, bijuterias. Os bens duráveis foram garantidos pelos consumidores em novembro”.