ACM Neto: esquema de candidaturas laranjas ‘tem que ser investigado’

Foto: Luiza Lopes / bahia.ba
acm neto foto luiza lopes bahiaba“Se ficar comprovado que houve responsabilidade dos dirigentes do PSL, eles têm que ser punidos”, declarou presidente do DEM.

O repasse de dinheiro público feito pelo PSL a candidatos laranjas deve ser investigado e dirigentes do partido podem ser responsabilizados a depender do andamento da apuração, segundo o prefeito de Salvador, ACM Neto, presidente nacional do DEM.

“É óbvio que tudo tem que ser investigado. O presidente, inclusive já determinou que a Polícia Federal abra investigação. Hoje, eu já vi declarações do ministro Moro de que a Polícia Federal vai investigar tudo a fundo. Na minha opinião, se ficar comprovado que houve responsabilidade dos dirigentes do PSL, eles têm que ser punidos”, disse o gestor municipal.

Denunciado pela Folha de S. Paulo, o esquema das candidaturas laranjas do PSL provocou uma crise no governo Bolsonaro, reforçada nesta quarta-feira (13) por postagem feita pelo vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, contra o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, que comandava o PSL na campanha eleitoral.