Cruzeiro derrota URT com facilidade no retorno do Campeonato Mineiro

O Cruzeiro não teve dificuldades para derrotar a União Recreativa dos Trabalhadores (URT) na volta do Campeonato Mineiro. A Raposa venceu por 3 a 0 e ainda manteve viva a esperança de se classificar para a semifinal da competição. Faltando apenas uma rodada para o fim, a equipe celeste enfrenta a Caldense na última rodada, com quem disputa diretamente a quarta posição na classificação.

O jogo foi marcado por estreias: o lateral-direito Raúl Cáceres, o meio-campista Régis e o atacante Stênio, de apenas 17 anos, além do colombiano Angulo, que deixa o Cruzeiro neste domingo (27), para se apresentar ao Palmeiras. No banco de reservas, Enderson Moreira comandou a equipe pela primeira vez.

Precisando de saldo de gols, a Raposa partiu pra cima desde o apito inicial do árbitro. Aos 10 minutos do primeiro tempo, o Cruzeiro já vencia por 2 a 0. O zagueiro Cacá, de cabeça, abriu o placar aos 4 minutos. Thiago ampliou seis minutos depois, após passe de Patrick Brey. O time de Enderson Moreira ainda teve outras chances na primeira etapa, mas parou nas mãos do goleiro Cris e também sentiu o desgaste de 4 meses sem participar de uma partida oficial.

O Cruzeiro também dominou o segundo tempo. Logo aos 10 minutos, Stênio cruzou na área e Rodolfo tentou cortar. O zagueiro acabou jogando contra o patrimônio e obrigou Cris a salvar. No rebote, Marllon finalizou para fazer o terceiro e fechar o placar.

Após o terceiro gol, o técnico Enderson Moreira aproveitou para fazer muitas substituições, mas o Cruzeiro continuou melhor e só não marcou mais devido à grande atuação do goleiro Cris, da URT.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou à quinta colocação, com 17 pontos. Momentaneamente é o mesmo número de pontos da Caldense, mas com um gol a menos de saldo. A Caldense, primeira equipe do G4, ainda joga neste domingo (26), às 16h, contra o lanterna Tupynambás, podendo abrir novamente três pontos de vantagem sobre o Cruzeiro, ampliando a diferença no saldo de gols.

Na quarta-feira (29), Caldense e Cruzeiro se enfrentam às 21h30min, no Estádio Ronaldão, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro.

Técnico do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo testa positivo para coronavírus

O técnico do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo, confirmou nas redes sociais o diagnóstico positivo para coronavírus.

Em um vídeo publicado no sábado, o ex-jogador revelou que o resultado do teste saiu na sexta-feira (3).

O técnico foi afastado das atividades na Academia de Futebol pelo departamento médico do Palmeiras, assim que recebeu o diagnóstico. Por ter 68 anos, Luxemburgo pertence ao grupo de risco da doença.

Na gravação, Vanderlei afirma que é assintomático e não sente nenhum tipo de dor no momento. Em um comunicado divulgado pela assessoria pessoal, o técnico, afirma que está bem e permanecerá em casa até que esteja curado.

Oito profissionais do Athletico testam positivo para coronavírus

Após a divulgação que o Campeonato Brasileiro começaria no dia 8 de agosto, os clubes e a Federação Paranaense de Futebol (FPF) iniciaram as discussões para a retomada do Campeonato Paranaense. Porém, o sinal de alerta deve ser acendido no Paraná após a testagem de profissionais do Athletico.

Oito colaboradores do clube rubro-negro testaram positivo para a Covid-19, em exames realizados neste último sábado (27), de acordo com informações do GloboEsporte.com. Entre os oito funcionários, estão cinco jogadores e três membros da comissão técnica. O Furacão tem feito esses testes desde o final de maio, mas não divulgou nenhum resultado, nem confirmou esses oito casos.

Os nomes dos profissionais não foram divulgados. A partir de agora, eles deverão ficar em casa, seguindo o protocolo de saúde que recomenda o isolamento social.

Jogador do Palmeiras é acusado de agredir ex-mulher

Ex-mulher e mãe de dois filhos do atacante Dudu, Mallu Ohana registrou Boletim de Ocorrência por agressão contra o atleta do Palmeiras. A defesa nega e diz que as câmeras de segurança e testemunhas ajudarão a esclarecer o caso.

No boletim, Mallu relatou ter sido agredida com socos na cabeça, na região do peito e puxões de cabelo ao encontrar o jogador na garagem da sua residência. Ainda de acordo com seu depoimento, funcionários que trabalham para ambos tiveram que intervir.

Mallu chegou a ir ao Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e foi medicada devido as dores musculares apresentadas. Um exame de tomografia também foi realizado no local, mas não apontou nenhuma alteração.

Bellintani descarta assumir cargo público se não disputar reeleição no fim do ano

Em seu último ano de gestão à frente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani descarta a possibilidade de sair da agremiação para assumir um cargo público. Ao bahia.ba, o dirigente afirma que, caso não dispute a reeleição, será para cuidar de seus negócios na iniciativa privada.

Ele diz ainda que “é cedo” para começar a discutir o processo eleitoral no Bahia, que acontecerá no fim de 2020.

“Se eu não disputar a eleição no fim do ano, nesse momento eu não trocaria minha hipótese de reeleição para assumir um cargo público. No futuro, a gente não sabe, mas se eu não disputar, eu preciso voltar para cuidar de minhas coisas, de meus negócios. São oito anos fora de meus negócios. Houve aquela hipótese de ser candidato a prefeito e eu não quis. Mas isso é algo para se discutir mais pra frente”, argumenta.

Bellintani defende ainda que o momento é de focar na administração do tricolor e “recuperar” o clube. “A gente está focado na recuperação do clube. Eu tenho que ter muita responsabilidade, porque esse processo eleitoral, se o dirigente tem muito ego, ele quer deflagrar logo. Eu não vou fazer isso. O momento é de focar na gestão. Deixa a política do clube um pouco de lado, Vamos fazer isso no final do ano com muito equilíbrio. Vamos focar no clube agora, temos uma dificuldade muito grande. O clube está praticamente sem receita. Mas vamos conseguir superar”, completa.

Idolo do Palmeiras, Marcos posta foto de tapete com arma em mensagem de apoio a Bolsonaro

Ex-goleiro campeão do mundo em 2002 voltou a causar polêmica nas redes sociais.

O ex-goleiro Marcos, ídolo da torcida palmeirense, voltou a causar polêmica nas redes sociais. Na última quinta-feira (18), o pentacampeão do mundo postou uma foto com mensagem de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). No entanto, a frase contida na foto chamou a atenção dos seguidores.

“Se veio aqui falar mal do Bolsonaro, desculpa, mas veio no lugar errado”, aparece escrito no tapete.

https://www.instagram.com/p/CBlbQ5dHsMJ/?utm_source=ig_embed

Em crise financeira, Vitória anuncia demissão do técnico Geninho

Auxiliar técnico, Bruno Pivetti é efetivado.

O Vitória anunciou a demissão do técnico Geninho, no início da tarde desta sexta-feira (19). No comunicado oficial, no site do clube, o Leão informou que chegou a uma rescisão amigável. Bruno Pivetti, auxiliar técnico do time, foi efetivado para comandar o time no restante da temporada.

De acordo com a nota, o clube explica que a decisão foi motivada pela crise financeira que o Leão tem vivido “agravada com a considerável perda de receitas ocasionada pela pandemia do coronavírus”.

Com a mudança no comando técnico da equipe, Flávio Tanajura passa a ser o auxiliar principal do futebol profissional.

Com primeiro gol de uruguaio, jogo do Carioca marca volta do futebol no Brasil

Flamengo venceu o Bangu por 3×0; os gols foram marcados por De Arrascaeta, Bruno Henrique e Pedro Rocha

Flamengo venceu o Bangu por 3×0; os gols foram marcados por De Arrascaeta, Bruno Henrique e Pedro Rocha.

O Flamento venceu o Bangu na quinta-feira (18), por 3×0. O jogo marcou a volta de jogos oficiais no futebol brasileiro após a suspensão em março, causada pela quarentena em combate ao avanço do novo coronavírus. O uruguaio De Arrascaeta marcou o primeiro gol. Bruno Henrique e Pedro Rocha completaram o placar.

Disputada no Maracanã, a partida não significa que o campeonato carioca esteja mais perto do fim. Por discardar da volta dos jogos em junho, Botafogo e Fluminense recorreram á justiça desportiva. Perderam a primeira batalha, no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), mas prometem recorrer até à Justiça Comum. O Fluminense deve voltar aos treinos nesta sexta-feira.

Com informações da Gazeta Esportiva