domingo, janeiro 23, 2022
Início Política Investigadores veem contradição em depoimento de Heleno sobre interferência de Bolsonaro na...

Investigadores veem contradição em depoimento de Heleno sobre interferência de Bolsonaro na PF

Em documento, ministro do GSI assegura que presidente não teve "óbices ou embaraços" em 2019 e em 2020 para mexer na equipe de segurança

Investigadores apontam contradição no depoimento no qual o general Augusto Heleno (GSI) falou como testemunha no inquérito que apura acusações do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), informa a coluna Painel, da Folha de S. Paulo. Ao deixar o cargo, em abril, Moro revelou que o presidente tentou interferir politicamente na Polícia Federal.

O depoimento de Heleno foi dado por escrito no dia 12 de maio.

Segundo a Folha, no documento Heleno assegurou que o presidente não teve “óbices ou embaraços” em 2019 e em 2020 para mexer na equipe que faz sua segurança pessoal. Na oitiva, o ministro chegou a citar que Bolsonaro tinha feito menção à sua “segurança pessoal” na reunião ministerial, quando falava em trocas para blindar amigos e família.

Heleno confirma troca no GSI

Conforme noticiado na terça-feira (24), o ministro Augusto Heleno confirmou à PF que foi feita pelo menos uma substituição no comando da segurança de Jair Bolsonaro. A troca foi feita em março, antes da reunião ministerial de 22 de abril, na qual o presidente afirmou não conseguir mudar “gente da segurança no Rio de Janeiro”.

A defesa de Bolsonaro argumentou que as mudanças se referiam à segurança de familiares e amigos, e não sobre a PF. A segurança presidencial, no entanto, é feita pela GSI, que passou por alterações um mês antes, conforme relatou Heleno.

SourceBahia.ba
RELATED ARTICLES

Tribunal Superior Eleitoral cria regra para inibir fraudes em cota feminina

A Justiça Eleitoral pretende ser mais rígida com partidos que fraudam candidaturas femininas para cumprir a determinação de que 30% dos concorrentes a vagas...

Bolsonaro é alvo de ações por falar sem máscara com garis, quando infectado com Covid-19

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é alvo de notícia-crime por ter, na última quinta-feira (23), conversado com três garis sem máscara. Naquele momento,...

Jair Bolsonaro já empregou 254 militares no governo, afirma coluna

Ao menos 254 militares já ocuparam cargos de confiança no ministério do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), segundo a coluna de Guilherme Amado,...
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments