Vendas de Natal crescem, mas não superam Black Friday

Foto: Divulgação/AssessoriaEvento que surgiu no e-commerce já se consolidou em lojas físicas e deve contribuir que shoppings centers fechem o ano com crescimento de 5% ante 2017.

Considerado o período mais importante para o comércio baiano, o Natal foi superado neste ano pelas promoções da Black Friday, evento que surgiu no e-commerce e se consolidou nas lojas físicas.

Enquanto a Black Friday de 2018, nos shoppings centers, registrou crescimento de 8% no comparativo com o ano anterior, as vendas durante o Natal devem ficar em torno de 5 a 7%, conforme informou o coordenador estadual da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

“O melhor desempenho de vendas do ano foi a Black Friday. Em seguida vem o Natal. A gente percebe que muitas vendas foram antecipadas, porque houve maior ofertas, mais produtos participaram da promoção. Até o setor de moda foi puxada pela Black Friday. A data vai se transformar no melhor período de vendas do ano”, disse.

Lojistas – A mesma movimentação foi registrada nos estabelecimentos fora dos centros de compras, segundo o presidente do Sindilojas (Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado da Bahia), Paulo Motta. A Black Friday também superou o Natal, mas a taxa de crescimento do período natalino ficou em aproximadamente 3% em Salvador.

“Como as vendas foram antecipadas, coube ao Natal vendas da linha branca, os chamados bens não duráveis, como confecções, perfumes, bijuterias. Os bens duráveis foram garantidos pelos consumidores em novembro”.