Wagner critica veto de Bolsonaro à gratuidade de bagagens: ‘Ficou ao lado das empresas’

“Vamos trabalhar no Congresso para barrar esse veto e fazer valer o direito dos consumidores brasileiros”, disse

O senador e ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT) criticou o veto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) à gratuidade das bagagens aéreas em voos domésticos.

Em um vídeo postado em suas redes sociais, o petista disse que Bolsonaro preferiu ficar ao lado das empresas aéreas.

“Em vez de ficar do lado da população, ele preferiu ficar do lado das empresas. Vamos trabalhar no Congresso para barrar esse veto e fazer valer o direito dos consumidores brasileiros”, afirmou.

javascript:;